Somente Kardec

*

Caro leitor, gostaria apenas de ressaltar que você pode perceber que este blog tem por prioridade expor as realizações de um contínuo estudo sistemático da Doutrina Espírita. Tal estudo o entendemos tão somente como a leitura e reflexão metódica das obras de Allan Kardec juntamente com os trabalhadores do Espírito da Verdade. Não há razões para se recorrer a pretensos intermediários, para fazer uso de apostilas, para se recorrer às “luzes” de psicografias posteriores a árdua atividade da investigação kardeciana. Não é por acaso que fora um eminente pedagogo francês que se responsabilizou em fundar a Doutrina dos Espíritos na Terra. Em todos os seus textos há um alto senso educacional que é capaz de orientar uma imensa gama de iniciados ao estudo da doutrina, desde os menos preparados aos mais gabaritados culturalmente, segundo os valores convencionais da sociedade. É somente Kardec que faz compreender o verdadeiro critério de seleção de tudo o que possa vir posteriormente a fundação da Doutrina Espírita na Terra. Portanto, para o estudo da Doutrina Espírita, para a efetiva assimilação de seu espírito, de sua proposta civilizatória, para uma relação profunda e autêntica com as fontes proféticas da Terceira Revelação, somente Allan Kardec e o Espírito da Verdade. Aprenda Espiritismo com o Espírito da Verdade. 

3 respostas em “Somente Kardec

  1. Aquele meu amigo que te falei disse que Leon Denis e Chico Xavier são tão grandes quanto Kardec,ou seja,que os livros deles são complementares ao estudo da Doutrina Espírita.Ele disse que Kardec é só a base,mas que ao passar dos tempos outros vultos surgirão para complementar a obra do Kardec,assim como Kardec complementou a obra de Cristo,e este à de Moisés.

    • Kardec não é a base, no sentido de básico, preliminar, insuficiente; é o fundamento, de modo que tudo o que venha depois dele, em termos de doutrina, tem de estar de acordo com ele. Simples assim. Entre Moisés, Cristo e Kardec há uma nítida linha de desenvolvimento de princípios fundamentais. A tal da “complementação” por enquanto só se apresentou como uma tosca roupagem de religiosismo motivacional e sem coerência doutrinária, no caso do mediunismo brasileiro. Primeiro o espiritismo precisa ser assimilado realmente pelos espíritas, depois, desenvolvido, isto é, relacionado com a cultura geral; até lá, já passarão alguns séculos, visto como ele está continuamente sendo desfigurado.
      Leon Denis não tem nada a ver com complementação, ele é talvez o primeiro exemplo histórico de assimilação e desenvolvimento. Essas afirmações gratuitas só são frases de efeito…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s