Dissertações Espíritas

Neste capítulo XXXI, Kardec faz uma compilação de algumas comunicações espontâneas. Além de tais comunicações confirmarem o conjunto dos princípios apresentados no livro, este capítulo dá um desenvolvimento e um Continuar lendo

Anúncios

Regulamento

     Após discorrer acerca do caráter das reuniões e sociedades, Kardec deixa conhecer o regulamento da Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas, não para impor como modelo obrigatório, mas simplesmente para expor as regras que a própria Continuar lendo

Reuniões e Sociedades

os meios de formação da mentalidade espírita

Buscando efetivamente racionalizar e elevar moralmente as práticas de relação com os Espíritos, Kardec aborda então as características essenciais que devem constituir as reuniões e sociedades que visam sobretudo a investigação séria e Continuar lendo

Decepção com o Espiritismo

Muitos são os Espíritos faladores que se apresentam como mestres espirituais, instrutores da humanidade perdida. Kardec já compreendia esse perigoso obstáculo para a investigação da verdade e demonstrou que os Espíritos, ou Continuar lendo

Contradições e Mistificações

Boa parte das noções gerais acerca da vida espiritual são formuladas por Allan Kardec através do diálogo rigoroso e metódico com os Espíritos. Sabemos que a relação com os Espíritos emerge naturalmente da própria condição humana, de modo que Continuar lendo

Perguntas que se podem fazer

Na época de Allan Kardec, as manifestações dos Espíritos se davam em toda parte, e chegavam notícias a respeito para além da Europa, advindas da América. De certo modo, então, a relação com os Espíritos era generalizada, muitos grupos se Continuar lendo

Das evocações

Esclarece Kardec que na comunicação com os Espíritos, a evocação, de forma geral, é um meio eficaz de se estabelecer um “laço” com o Espírito designado ao mesmo tempo em que se cria uma espécie de “barreira”aos Espíritos intrusos. Essa preocupação Continuar lendo

Identidade dos Espíritos

O gênio de Allan Kardec é dotado de uma particularidade muito benevolente para com os que se iniciam na investigação dos mais altos problemas: ele transmite a toda a sua obra doutrinária um dos mais equilibrados e saudáveis métodos de exposição Continuar lendo

Mediunidade nos animais

De que a perfectibilidade (por si mesma) é marca patente e atributo espiritual da espécie humana

Introdução

Hoje, que os postulados da Doutrina Espírita estão devidamente apresentados e organizados pelo trabalho de Allan Kardec, é com facilidade que compreendemos que no mundo espiritual só há os Espíritos (princípio inteligente individualizado). Allan Kardec Continuar lendo

Influência moral do médium

A Ciência Espírita, estudando de modo objetivo e metódico o elemento espiritual, também realiza um aprofundamento sistemático na compreensão dos meios de relação entre o mundo invisível e o mundo corpóreo. Ela revela a dialética inerente no processo da comunicação espiritual através do instrumento mediúnico: se por um lado Continuar lendo

Papel do médium nas comunicações

É absolutamente errôneo pensar que o médium é tão somente um instrumento passivo dos Espíritos. Neste capítulo Allan Kardec estuda minuciosamente o papel do médium nas comunicações, quer dizer, faz uma análise do instrumento mediúnico, de como ele é usado efetivamente pelos Espíritos, quais os recursos do médium que são utilizados na produção dos fenômenos e como ele contribui na constituição da forma com a qual se materializa o pensamento dos Espíritos.

Continuar lendo

Necessidade da terminologia espírita 2/2

Ante as manifestações espirituais, Allan Kardec sustentou invariavelmente uma postura crítica, racional e científica, no sentido de conduzir sistematicamente uma investigação que correspondesse à natureza própria do objeto espiritual em estudo e Continuar lendo

Os médiuns

E as implicações da descoberta positiva da mediunidade

A mediunidade é uma faculdade humana, mas que está de modo essencial ligada à existência dos Espíritos. Ser médium, pois, é sofrer as influências dos Espíritos, é ter Continuar lendo

O Espiritismo como potência de enobrecimento da Cultura

A lenta instituição de uma Cultura Superior

Diante da cultura, a Ciência Espírita tem um papel extremamente importante, ela é mesmo um elemento vital para seu desenvolvimento, porque, sendo a cultura a Continuar lendo

Sematologia e Tiptologia – Elementos de convicção na investigação de Allan Kardec

A forma das manifestações inteligentes possui também a sua história e seus desenvolvimentos acompanham os avanços da investigação espírita empreendida por Allan Kardec. Nesse sentido, ele nos oferece o relato Continuar lendo

Da autonomia da razão na pesquisa da realidade espiritual

 Na segunda metade do século XIX Allan Kardec se ocupou com os fenômenos singulares que as leis conhecidas da ciência de então eram aparentemente insuficientes para explicar. Suspensão e deslocação de corpos sólidos, Continuar lendo

Locais Assombrados: Presença e Ação dos Espíritos

O capítulo intitulado “Locais assombrados”, contido em O Livro dos Médiuns, leva necessariamente ao problema da presença dos Espíritos entre os que vivem ainda ligados ao corpo de carne, da relação constante entre Continuar lendo